segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Batizado e Troca de Cordas Canela-RS 18/11/2017

Batizado e Troca de Cordas de Canela - RS 2017, O Grande  evento conduzido e Realizados pelos Instrutores de Capoeira Luis Carlos e Itamar Pacheco (Mano e Moranga ) com a Supervisão do Mestrando Birinha.
















Instrutor Mano
INSTRUTOR MANO CANELA - RS

Mestrando Birinha
MESTRANDO BIRINHA GRAMADO-RS

INSTRUTOR MORANGA CANELA-RS



Mestre Chocolate
 18/11-   Curso de Berimbau-Sábado ás 14:00

Foram realizado Curso de berimbau com Mestre Chocolate, ensinando a importância do Instrumento e seus toques característicos da capoeira, cada aluno levou o seu instrumento crianças,adolescentes e simpatizantes participaram da atividade de percussão , com o estilo e fundamentos da nossa escola Grupo de capoeira Liberdade, o curso situava em perseverança de aprender toques nos berimbaus , alguns estilos mais usados nas rodas de capoeira, e a vontade de aprender  contornando Obstaculos.
Mestre Chocolate Citava :
- Para Manter as raízes da Capoeira tem que ter perseverança e gosto no que se faz,ter Vontade muita Vontade!
O curso teve a duração de Uma hora,com trabalho de ritmo roda de conversa e lazer  ao som dos Berimbaus.



Curso de Berimbaus






 
Raíssa de 8 anos  tendo o prazer de tocar berimbau













Mestre Chocolate

Grupo de Capoeira Liberdade

 


Adicionar legenda



Mestrando Birinha






Curso de Brimbau










18/11-   Berimbalada ás 15:00

Logo após do grande curso direcionado pelo Mestre Chocolate houve a segunda fase do curso a BERIMBALADA  com a Saída do Gazebo Cultural as 15h , onde os  alunos tocaram berimbaus até a igreja Matrix de Canela, encontrando o Prefeito da Cidade de Canela Constantino Orsolin prestigiando o evento, dando o total apoio ao movimento cultural que  a capoeira proporciona para cidade .
Professores , Mestres e Alunos todos numa União Só,  homenageando a capoeira a nossa tradição tão rica mantendo ás Raízes Viva,  a caminhada foi até a praça da cidade, com musica, movimentos de capoeira como  Aú e mortais , os capoeirista empolgaram o publico e turista da cidade , a  berimbalada foi o momento que o aluno demonstrava o domínio sobre o instrumento e atenção total  nos Mestres, finalizando com a roda de capoeira aberta na praça João Correia Canela-RS , administrada pelo Mestrando Birinnha.














Iniciação da Berimbalada

Mestre Chocolate Mestrando Birinha Prefeito de Canela Constantino  Graduado Mano e Graduado Moranga



















                18/11-  Sarau de Capoeira  20:00

 A noite tivemos um SARAU DE CAPOEIRA  com poemas e musicas realizado pelo os alunos do Instrutor Moranga e  uma palha de toques típicos  no Ataback, realizados pelo Graduado Pica-Pau. Mestre Chocolate Tocou e cantou, voltou a  fortalece o contato com Instrumento Berimbau dado no curso a tarde.
Após as apresentações tivemos  a grande Presença do Grão Mestre Índio (Manuel Olimpio de Souza),  um Mestre que se dedicou a vida pela capoeira e viaja o mundo todo divulgando a nossa cultura Brasileira, com apresentação realizada pelo Mestrando Birinha contando a sua trajetória dentro da capoeira e pelo Brasil a fora até chegar na Bahia  no Mercado modelo, nas mão do Mestre Índio.  
Mestre Índio extremamente agradecido pelo convite e se sentindo reconhecido dentro Grupo De Capoeira Liberdade como um Mestre de grande valia na nossa história como raiz dentro do Grupo, contou suas grandes historias, DANDO ESPAÇO bate papo com perguntas e respostas e dando ênfase sobre Manter Vivas as Raízes da Capoeira, com simplicidade e orgulho MESTRE ÍNDIO respondeu todas as perguntas dos Instrutores Capoeira. 
Na ocasião o Mestre Chocolate Relembrou uma foto de capoeira que roda o mundo todo, com os Mestres gage, Dimola ,Noronha,Totonho de maré, Joao grande,Joao pequeno e Indio do mercado, demonstrando que o Grupo de Capoeira Liberdade tem Raízes Profunda dentro da capoeira, que o Mestre Indio é uma lenda viva dentro da capoeira. Fotos abaixo.
Fotos de Capoeira








Domingo as 10h
Roda de Capoeira na Rua Coberta de Gramado,Organizada pelo Mestrando Birinha e Mestre Chocolate, roda aberta para todos os capoeirista independente de Grupo de capoeira, idade e graduação, fortalecendo  a capoeira como instrumento socialização e arte popular.
Mestre Chocolate e Mestrando Birinha








Mestrando Birinha e Instrutor Budog


Mestrando Birinha

Graduado Juninho

Mestre Chocolate

Mestre Chocolate e Mestre Girino


Professor Rasta e Graduada India

Instrutor Mano e Aluno

Professor Rasta

Professor Rasta








 Domingo as 15h
 Batizado e Troca de cordas
Grupo De Capoeira liberdade é  Referência de Assistência Social, Educação e Cultura  , que muito vem se dedicando a trabalhar com crianças ,jovens e Adolescentes, a oficina de Capoeira é oferecida nos Centro Social Padre Franco  no Bairro Santa Marta e nos CRAS na  cidade de Canela -RS, Gazebo Cultural, Escola Mari Pacheco, Marista  e APAE de Gramado - RS  enfocando seus variados aspectos: dança identidade racial, arte, defesa pessoal, desporto, lazer, educação, folclore, preparação física e filosofia de vida.. Resultado positivo dessa oficina de capoeira é reconhecido pela comunidade onde é atuada o trabalho, tem como Grande Foco a inclusão social. 
Os 120 alunos receberam  no evento de capoeira a sua graduação , correspondem numa corda onde simboliza a história da capoeira e a libertação dos escravos , os fundadores dessa arte ,cada corda trará sua cor específica contando a história do Brasil e da África, depois de fazeres os exames junto ao Mestrando Birinha ,os alunos jogarão com os mestres de capoeira simbolizando uma nova geração da cultura da capoeira , isso viabiliza a possibilidade da estruturação da personalidade e da socialização, por que permite que o aluno se conheça melhor e aceite mais facilmente seus semelhante, viabilizando sua arte e a oportunidade de serem vistos e reconhecidos por seus talentos.
O Grupo de Capoeira Liberdade entregou Certificados de Apoiadores Culturais , para o Prefeito de Canela Constantino Orsolin, Secretario de Assistência Social e Habitação Arthur, Representando o Centro Social Padre Franco Maicom de Moura e Professoras da Entidade terminando com a Presidente da Apae.


Adicionar legenda



















Os Próprios alunos ensaiaram e realizaram apresentações  incríveis como Puxada de Rede, Maculele e Solos de capoeira .
 Solos são realizados com SALTOS MORTAIS e apresentações de agilidade usando golpes e movimentos da capoeira, Destaque dessa Apresentação para o Projeto Capoeira nos Cras, todos os alunos ensaiaram e representaram a capoeira.

 outra apresentação bonita foi o Maculele, para quem não conhece o Maculelê

é uma manifestação cultural oriunda cidade de Santo Amaro da Purificação – Bahia. É, atualmente, uma expressão teatral que conta, através da dança e dos cânticos, a lenda de um jovem guerreiro, que sozinho conseguiu defender sua tribo de outra tribo rival usando apenas dois pedaços de pau, tornando-se o herói da tribo,
uma apresentação representando a força do grupo, os alunos de primeira corda demonstraram passos de maculele dentro dos ritmos e musicas cantadas nessa expressão cultural , usando Grimas  e facões, demonstraram agilidade e ritmo, Destaque a Camila e Sandra que Usaram pela Primeira Vez em uma Apresentação os  Facões.















Ultima apresentação Puxada de Rede


A Puxada de Rede era a atividade pesqueira dos negros recém-libertos da escravidão, que encontraram na pesca do “xaréu” uma forma de sobreviverem, seja no comércio, seja para seu próprio sustento. Nos meses decorrentes entre outubro e abril, esses peixes procuravam as águas quentes do litoral nordestino a fim de procriarem. Então era a época certa para lançarem a rede ao mar.  
Era uma atividade muito laboriosa. Exigia-se um esforço tremendo e um número muito grande de homens para a tarefa. Os pescadores iam para o mar de madrugada ou às vezes até a noite,  para lançar a enorme rede, para só então de manhã puxarem. A puxada da rede era acompanhada de cânticos na maioria em ritmo triste que representavam o labor e a dificuldade da vida daqueles que tiram o seu sustento do mar.  Quando enfim terminavam de puxar a rede, eram entoados cânticos em agradecimento à pescaria e o peixe era partilhado entre os pescadores e começava o festejo em comemoração.
Assistam agora a encenação do dessa Grande historia da cultura Afro-brasileira, atuada pelos os alunos da APAE, com os alunos, Coordenada com o (Instrutor Jacaré Flavio) Diretor Ubirajara Elias de Moura (Mestrando Birinha).